Foundry's Nuke hero image

Altas taxas de quadros. Sequências em 8K. Efeitos visuais complexos.

O' Nuke 11.0 da Foundry é compatível com OpenCL™ nas placas AMD Radeon™ Pro WX.

Os compositores que trabalham nos atuais projetos de cinema e transmissão precisam de toda a potência computacional possível – e com o lançamento do Nuke 11.0, as placas de vídeo Radeon™ Pro chegaram para ajudar.

Graças ao suporte da Foundry ao OpenCL™, a estrutura aberta para computação de GPU, qualquer ferramento no Nuke 11.0 que utiliza sua placa de vídeo pode agora ser acelerada pelo hardware de um número maior de fabricantes no Windows®, Linux® e Mac®.

Pela primeira vez, os compositores que trabalham com o Nuke podem aproveitar totalmente a potência das placas de vídeo para estações de trabalho Radeon™ Pro Série WX: placas como a Radeon™ Pro WX 7100, com seus 5,7 TFLOPS de desempenho de pico de precisão simples, ou a Radeon™ Pro WX 9100, com 16 GB de memória da segunda geração com alta largura de banda incorporada ao núcleo da GPU, oferecendo desempenho intenso de computação e acesso aos dados em alta velocidade.

Descubra a WX 7100

Descubra a WX 8200

Descubra a WX 9100


A AMD e a Foundry se uniram à Chapman University para reconhecer a última geração de narradores que se beneficiam de padrões abertos.

Além das ferramentas existentes do Nuke, outros recursos também se beneficiam das placas de vídeo para estações de trabalho. O nó LensDistortion renovado do NukeX – que agora comporta lente olho de peixo e grande angular – utiliza a GPU para aplicar a correção de lente. Já o Timeline Disk Cache do Nuke Studio permite aos usuários gravar no cache local partes de sequências (ou sequências inteiras) para uma reprodução uniforme.

Acrescente recursos como o novo sistema Live Groups, que torna mais fácil para os artistas colaborarem em filmagens, e o suporte a padrões do setor, como VFX Reference Platform 2017, um conjunto de formatos de arquivo de código aberto e bibliotecas gráficas também utilizado por outras ferramentas de efeitos visuais, e você verá que o Nuke 11.0 é uma solução avançada, moderna – e, acima de tudo, aberta – para os mais exigentes desafios atuais de composição e efeitos visuais.

Visão geral dos recursos do Nuke 11

Radeon WX 7100 flat

Suporte a GPUs AMD

Baseados no suporte existente a OpenCL nas GPUs AMD encontradas nas estações de trabalho Mac Pro, os recursos acelerados por GPU do Nuke contam agora com o suporte das placas de vídeo AMD compatíveis executadas no Windows ou Linux.

Python logo

VFX Reference Platform 2017

A família Nuke 11.0 foi atualizada para a VFX Reference Platform 2017 padrão do setor, o que inclui várias atualizações importantes em bibliotecas centrais usadas no Nuke, inclusive Python, PySide e Qt.

Nuke live groups

Live Groups

Um novo tipo de nó de grupo que cria novos fluxos de trabalho colaborativos e avançados, o Live Groups é referenciado nos scripts é atualizado automaticamente quando um script é carregado, permitindo que muitos artistas trabalhem em uma sequência sem precisar renderizar fazes intermediárias.

Nuke frame server

Servidor de quadros no Nuke e NukeX

A renderização inteligente em segundo plano do Nuke Studio está disponível no Nuke e NukeX. Utilizando recursos do seu computador local, ela possibilita continuar trabalhando enquanto a renderização ocorre em segundo plano.

Nuke lens distortion option

Novas opções de distorção de lentes no NukeX

O nó LensDistortion foi renovado e aceita agora lentes olho de peixe e grande angular, além da importação aprimorada de dados de outros pacotes de cálculo de lentes. Agora ele também é habilitado pela GPU.

Nuke timeline disk cache

Timeline Disk Cache no Nuke Studio

O Nuke Studio oferece agora a gravação em cache de disco acelerada por GPU, que permite aos usuários gravar em cache local partes de sequências (ou sequências inteiras) para uma reprodução uniforme quando não é preciso localizar as sequência.

Jellyfish character image

Estudo de caso: Jellyfish Pictures

Fundada em 2001 como uma empresa administrada por duas pessoas, a Jellyfish é agora um dos principais estúdios de VFX e animação do mundo, empregando quase 200 profissionais. Ela conquistou o BAFTA por seu trabalho na série de documentários da BBC Fight for Life, além de um prêmio pelo especial Your Inner Fish da PBS. O trabalho cinematográfico recente da empresa inclui o filme de maior arrecadação do ano passado: Star Wars: O Último Jedi.

A Jellyfish Pictures está testando atualmente as placas de vídeo profissionais da AMD com a visão de utilizá-las nas principais estações de trabalho específicas para funções designadas. As placas Radeon™ Pro Série WX são submetidas a um rigoroso processo de certificação para testar sua resistência ao uso com software de efeitos visuais, como Maya e Houdini, e oferecem desempenho avançado de computação da GPU.

Conforme a AMD continua a desafiar as fronteiras com placas como a Radeon™ Pro SSG, baseada na arquitetura de GPU “Vega” e com 2 TB de memória gráfica de estado sólido, a Jellyfish assume uma postura otimista quanto à potência da computação de GPU. A empresa acredita que ela pode transformar ainda mais o VFX – especialmente seu potencial de possibilitar a execução de tarefas anteriormente possíveis apenas em sistemas de finalização de uso imediato, caros e específicos de fornecedores – usando placas de vídeo para estações de trabalho acessíveis e software aberto de composição de área de trabalho, como o Nuke 11.0.

Jellyfish Pictures, série de animação digital Dennis and Gnasher: Unleashed! © Beano. Imagem de cortesia da Jellyfish Pictures.

Notas de rodapé

© 2018 Advanced Micro Devices, Inc. Todos os direitos reservados. AMD, o logotipo da seta AMD, Radeon e combinações dos mesmos são marcas comerciais da Advanced Micro Devices, Inc. nos Estados Unidos e/ou em outras jurisdições. Windows é marca registrada da Microsoft Corporation nos EUA e em outras jurisdições. Nuke é marca comercial da Foundry. OpenCL é marca comercial da Apple Inc., que concede permissão de uso ao Khronos Group Inc. Imagens modeladas e texturizadas por cortesia de Daniele Orsetti dayno.it.